terça-feira, 12 de julho de 2016

Maratona BTT Cidade Caldas da Rainha

No passado domingo foi a 2ª prova a contar para o Troféu do Oeste.
Depois da Maratona de Peniche chegou a Maratona da Cidade de Caldas da Rainha na localidade de Campo.



O arranque foi obrigatoriamente rápido pois o bloco de atletas foi muito compacto como tem sido em todas as provas deste troféu. À medida que os atletas entravam nos trilhos em direção à costa o ritmo foi descendo pois a dificuldade técnica do percurso era bem presente. Depois de alguns quilómetros por trilhos e arribas sinuosas os nossos atletas entraram em alguns estradões mais rolantes. Para quem foi à meia maratona o percurso ia ficar por isso mesmo, ou seja a seguir à parte técnica foi rolante até cruzar a meta. Os atletas que se ficaram pela meia maratona foram, o Pedro Alegre, o David Moura, o Acácio Brilha e o Vando Ferreira. Por outro lado para o João Santos, o Marco Tavares e o Tomás Gomes que se propuseram a fazer a maratona de 76km o percurso começou a ter a dificuldade física de metade para a frente com subidas longas e a temperatura a aumentar.
Depois de passadas as dificuldades de altimetria o percurso voltou a ter alguma parte técnica e no fim ainda teve novamente alguns estradões que os atletas usaram para gastar o "ultimo cartuxo" usando o resto das forças para aproveitar os estradões para melhorar a sua prestação.



O nosso atleta João Santos alinhou-se à partida nesta prova com vontade de dar o seu melhor pois viu a sua prestação em Peniche estragada por uma corrente partida. Conseguiu assim um 12º lugar no escalão ficando em 70º na classificação geral.




O Marco Tavares  obteve um 29º no escalão, 81º da geral.
O nosso Atleta Marco achou a prova dura pois o acumulado estava maioritariamente na parte final do percurso, onde as pernas já vão com algum desgaste físico devido ao inicio rápido desta prova.
Quanto aos banhos e ao almoço o nosso atleta só teve a dizer bem.

O atleta Márcio Lopes, assim como o João Santos não pontuou na 1ª prova do trofeu do Oeste por motivos mecânicos, sendo assim aproveitou esta excelente prova para iniciar a sua pontuação neste troféu de Verão. A pesar da vontade de pontuar o Márcio sentiu dificuldades no arranque onde a média era altíssima, e por isso quando chegou à sua praia, que são os trilhos mais técnicos apanhou muitas filas de atletas acumulados que o atrasou mais do que desejava.
Foi seguindo então sempre a controlar até ao final onde deu para um 227º à geral e 44º no escalão elites.

Quanto ao Tomás Gomes fez este domingo a Maratona estreando-se nas distancias mais longas, onde conseguiu um 39ºlugar à geral e um excelente 9º lugar no seu escalão. A pesar disso fui a sua ultima maratona com a camisola do ArealBike. O atleta decidiu partir para novos objetivos e aventuras.
Toda a equipa deseja muita sorte com os novos projetos e que continue a divertir-se com o BTT, pois isso é a essência deste desporto! Até Sempre Tomás!


O David Moura ficou em 92º da geral e 17 do escalão, o Pedro Alegre ficou em 111º da geral e 45º do escalão, o Acácio Brilha conseguiu um 222º na geral e 86º no escalão, o Vando ficou em 93 da geral e 19º do escalão.


 






O ArealBike agradece a todos os patrocinadores e à organização dos BTTTeimosos pela exelente organização.

quinta-feira, 30 de junho de 2016

24Horas Coruche 2016


24 horas de BTT em Coruche



Areal Bike, marcou presença mais um ano na edição de 2016, das 24 horas de BTT de Coruche e desta vez com uma maior diversidade na sua participação em três vertentes:


Equipa a solo, representado por Roberto Ferreira,





A equipa de 6 mista com Acácio Brilha, João Paulo Santos, Márcio Lopes, Marco Tavares, Pedro Alegre e a convidada, Andreia Lopes. Na equipa de 6 elementos masculinos a presença foi de, David Moura, Nuno Alegre, Vando Ferreira e os convidados, António Henriques, Filipe Costa e Nuno Ramos.
O objectivo da equipa foi representar o conselho de Alenquer na modalidade do BTT, dando o seu melhor e desfrutar de um fim-de-semana diferente, explorando o vicio das bikes.
O objectivo da equipa foi representar o conselho de Alenquer na modalidade do BTT, dando o seu melhor e desfrutar de um fim-de-semana diferente, explorando o vicio das bikes.





O no decorrer da prova e ao fim de 5 horas, os atletas começaram-se à perceber que algo estava errado, no que cabe à classificações e posições das varias equipas, pois as mesmas não coincidiam com os tempos e voltas reais. 

Esse problema levantou  algumas divergências e conflitos entre os participantes e a organização. 

Depois disto a desmotivação competitiva instalou-se nas nossas equipas.




Na prestação dos nosso atletas, o Roberto Ferreira, continua a sua saga, na preparação do grande objectivo deste ano, o evento que já se avizinha, Madrid / Lisboa. Que neste caso foi alcançado com a não pontuação das voltas que o atleta já tinha percorrido por razões que a organização não soube explicar,deixou de fazer sentido para o atleta continuar além das 12h56m, pontuando mesmo assim 24 voltas que o sistema de cronometragem assumiu ficando na 25ª posição.






A equipa de 6 elementos mistas o problema foi idêntico, tendo sido penalizada em 6 voltas ficando mesmo assim na 13º posição, pontuando apenas 46 voltas em 24h13m.









Na equipa de 6 atletas masculinos a situação repetiu-se não tão acentuada, mas as avarias em algumas bikes não ajudaram a melhor a posição do ano anterior, que até pelo contrario atiram a equipa para a 15º posição concluindo apenas 47 voltas em 24h02m.











Neste caso resta-nos deixar um alerta à organização que esteve de parabéns, nos progressos do ano anterior no que cabe ao trajecto, mais seguro e um maior empenho na manutenção dos trilhos ao longo de todo o tempo de prova.














Mas no que respeita ao empresa contratada para a cronometragem, foi um desastre, uma vez que os atletas que se reversa-vão, não tinham qualquer controlo, não necessitavam de esperar pelo colega para fazer a transição, o que beneficiou aqueles que se aperceberam desta falha e tiram partido da mesma.






De qualquer agradece-mos a todos os participantes pelo convívio e a boa disposição, assim como a todos os elementos do Areal Bike, convidados, apoios logísticos e patrocinadores, porque sem eles não seria possível.



Fotos:







sábado, 18 de junho de 2016

Equipamentos Renovados!



     O Arealbike Radioalenquer vem por este meio apresentar os novos equipamentos! Estes são os equipamentos oficiais para o resto da época 2016 e para a época 2017!















Desejamos aos nossos atletas grandes pedaladas com o símbolo do Arealbike Radioalenquer ao peito!

quarta-feira, 8 de junho de 2016

Etapa 4 Taça Joaquim Agostinho MAXIAL

Foi no passado domingo que se celebrou a 4ª etapa da Taça Joaquim Agostinho em BTT.


Esta etapa decorreu nas serras circundantes à amigável localidade de Maxial, perto de Torres Vedras.

A festa do btt foi desta vez celebrada por 300 atletas que se dividiram entre a meia-maratona de 35km e a maratona de 65km.

O atleta Tomás Gomes deslocou se à a Maxial para participar na meia-maratona da 4ª etapa da Taça Joaquim Agostinho. Esta era mais uma maratona que tinha tudo para ser espectacular,pois está numa zona de bastante montanha e também é conhecida pelos muitos single tracks existentes.


E foi isso mesmo que aconteceu, uma prova excelente do inicio até ao fim segundo a opinião do atleta do ArealBiketeam/Homeostase-RadioAlenquer.


A prova  começava  logo com uma subida que serviu bem para separar andamentos, sendo que os primeiros 20kms eram num constante sobe e desce com alguns Singles pelo meio. A partir dai apareceram as subidas mais duras onde ai se fizeram as maiores diferenças, a parte final foi feita em espectaculares single tracks ate se entrar novamente na localidade do Maxial onde terminava a prova.

A organização foi das melhores, apesar de terem falhado na parte dos banhos, pois não havia água quente.
As sensações do Tomás foram boas desde o inicio até ao fim, conseguindo o 5º lugar no escalão Elites (meia-maratona), apesar de sentir que ainda está longe da sua melhor forma.
Na classificação da taça o Tomas encontra se no 9º lugar. 

Quanto à Maratona teve a representação de dois atletas do Areal, O Roberto Ferreira e o João Paulo.
A Maratona teve em sua metade do o percurso da meia-maratona. O restante da rota distanciou-se da localidade do Maxial para se aproximar da serra do Montejunto. Serra já conhecida por nós. Apesar da prova passar apenas junto à serra chegou para fazer os atletas sentirem a dificuldade que é transpor as subidas longas e duras da mesma. Mesmo duro essa parte do percurso foi espectacular assim como já tinha sido referido a parte da meia-maratona!


O Roberto conseguiu o 10º lugar do seu escalão enquanto o João conseguiu o 16º no mesmo escalão.
Na geral da taça na vertente maratona o Roberto ficou assim em 12º lugar e o João em 20º na classificação.


Mais uma vez referimos, foi uma maratona brilhante, cheia de adrenalina, que pecou apenas pelos banhos de água gelada..



Para a próxima a organização certamente corrigirá esta situação.
Pois mostrou-se estar à altura!



quinta-feira, 19 de maio de 2016

Taça Joaquim Agostinho - Silveira

No passado domingo o atleta Tomás Gomes deslocou se à Silveira/ Torres Vedras para participar na 3ª Maratona Joaquim Agostinho, prova em homenagem a este grande Homem do ciclismo Português, prova que também está inserida na taça que faz igual homenagem, sendo esta a 3ª etapa.
O Tomás ia com o objectivo de subir algumas posições no ranking da taça, mas não foi possível pois ele sentiu dificuldade nos kms iniciais, e devido a isso teve que recuperar muitas posições até final, no fim acabou com a sensação de que ainda tem alguns pontos a melhorar.
A organização foi top, sendo que contou com a participação de cerca de 600 atletas, divididos entre a Meia-Maratona/40KM e a Maratona/70KM, estiveram também a participar numa caminhada algumas dezenas de pessoas. o percurso tinha de tudo um pouco, sendo que a zona de Santa Cruz era a mais espectacular,e  com algumas zonas mais técnicas!



No final deu para um 10º Lugar Elites Meia-Maratona, mantendo esse mesmo lugar no Ranking da taça.


Resistência "Assalto a Santarém"

Realizou-se no passado sábado mais uma prova de Resistência em Santarém organizada pelo SNR Bike Team, com o apoio do Shopping W, prova que devido ao seu nível qualitativo, já se encontrava agendada no calendário da Areal bike - Homeostase / Rádio Alenquer, desde a sua participação na edição do ano transato.
 

A Equipa fez-se representar por Luís Carvalho, Nuno Alegre, Pedro Alegre e Roberto Ferreira que tiveram como adversários cerca de 155 atletas.
 
 
 
 
 
 
 
A prova desenrolou-se num percurso com 8Km´s de dificuldade elevada e consistia em que cada atleta desse o maior número de voltas no decorrer das 2 e 3h de prova.
 
 
 


Os atletas optaram por correr em resistências diferentes. Na de duas horas a opção de Nuno Alegre e Pedro Alegre teve como justificação a agressividade do percurso no ano anterior com destaque a zona urbana, muitos degraus para descer e subir, que provocou vários estragos nas suspensões das bicicletas, mas este ano a situação foi melhorada nesse especto, com a redução de 90% deste tipo de obstáculos, embora só fosse possível saber no dia da prova; Mas a decisão já estava tomada e foi com objetivo, fazer a melhor prestação, A mesma não foi a esperada, dado o mau posicionamento no inicio dos primeiros Kms, o que dificultou as ultrapassagens na primeira volta dendo dado vantagem aos atletas dos lugares da frente, mas mesmo assim, Pedro Alegre alcançou 11ª posição do seu escalão e geral em 2h22m contando com, 5 voltas e Nuno Alegre 21ª posição do escalão e 24ª da geral, completando 4 voltas, em 2h09m.

                                                                                                                                                            Já os restante elementos optaram pela maior resistência, tendo Luís Carvalho já com o seu conhecido e apreciado desempenho concluído, 7 voltas em 3h02m, alcançando 2º Lugar do seu escalão e9 ª posição da geral, terminando com alguma escoriações provocadas por uma pequena queda, mas nada de grave.
 
Roberto Ferreira alcançou a 3ª posição no escalão e o 11ª lugar da geral, com as mesmas 7 voltas em 3h05m, demonstrando uma evolução muito grande com grande a vontade neste tipo de percurso.
 
Resumidamente na vertente 3 horas este dois atletas tiveram lugar merecido no Pódio.
 
Parabém a todos pelo comportamento exemplar e o orgulho, na representação das cores desta equipa!
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Mais uma vez a nível de organização, tudo correu da melhor forma, o que faz com esta prova continue em crescente popularidade.

quinta-feira, 5 de maio de 2016

3ª MTB Fox Marathon



O nosso atleta Tomás Gomes esteve no domingo passado na localidade da Raposa – Almeirim, para participar na 3ª MTB Fox Marathon. Este evento contou com cerca de 212 atletas e os mesmos
podiam optar por duas distâncias, a meia maratona com 38kms e a maratona com 75kms.

Tomás Gomes
A distância escolhida pelo Tomás foi a meia maratona, e o ritmo que o nosso atleta colocou logo no inicio foi elevado e assim foi até ao fim, a ausência de algumas subidas dificultou um pouco o desempenho do nosso atleta. O Tomás mais uma vez sentiu algumas dificuldades nos primeiros 10 kms, sendo que a partir de aí o conseguiu recuperar muitas posições e com isso conseguiu ultrapassar muitos atletas.

 O nosso atleta gostou do percurso, pois o mesmo era bastante engraçado, apesar de ser demasiado rolante para as caraterísticas do Tomas, no que diz respeito às marcações as mesmas estiveram um pouco confusas em algumas zonas, e faltou algum controlo da parte da organização, pois o Tomás ficou com a ideia que ultrapassou duas vezes os mesmos atletas, sem eles nunca o terem ultrapassado.

Tomás Gomes

O nosso atleta também não gostou muito da parte final do percurso, pois estava mal marcado na opinião dele, e também era escusado já na parte final darem algumas voltas dentro da localidade.



Ainda assim Tomás Gomes consegui terminar a meia maratona como um tempo de 01:38 minutos em 38º lugar à geral e 8º lugar em Elites.